Posted on / by Lapidare / in Trends, Uncategorized

3 metodologias para prática hands-on na especialização em medicina

Esteja você aprendendo uma nova habilidade ou apenas aperfeiçoando uma técnica que já conhece, os treinamentos hands-on são a maneira perfeita de expandir sua experiência. Essa constatação não é novidade: na Grécia Antiga, o filósofo Aristóteles já defendia que médicos precisam ir além da episteme e dominar a techne – também conhecida como know-how.
Na origem dessas palavras, existe uma diferença crucial entre o que os gregos chamaram de episteme e aquilo a que deram o nome de técnica. Enquanto episteme significa conhecimento essencialmente teórico, ou ciência, a técnica é a arte de saber fazer.
Da mesma maneira que ninguém aprende a nadar lendo um livro, não é possível se tornar um bom médico sem a prática. A diferença entre o nadador e o médico é que, enquanto o primeiro precisa apenas de um certo volume de água para aprender a nadar, o segundo precisa inevitavelmente de corpos humanos.
Nos cursos de pós-graduação, extensão e imersão do Instituto Lapidare – centro de treinamento médico pioneiro especializado em cirurgia plástica, dermatologia e estética de alto padrão em Balneário Camboriú, são empregadas pelo menos três metodologias diferentes que permitem aos alunos a experiência da prática hands-on.
Confira!

1 – Simulações realísticas
A simulação realística na medicina oferece inúmeras estratégias para um treinamento abrangente e prático que, no final, vai resultar em assistência mais segura ao paciente. Trata-se da representação artificial e fiel de um processo complexo do mundo real, facilitando o aprendizado por imersão, reflexão, feedback e prática – e sem riscos.

É também uma estratégia fundamental para ensinar habilidades de gerenciamento de recursos para crises, pois permite práticas em quadros críticos. A simulação beneficia o aluno individualmente e também ajuda a preparar equipes multidisciplinares.
As simulações realísticas podem acompanhar o aluno ao longo de todo o seu curso de especialização. No curso de Cosmiatria e Laser, são empregadas desde os primeiros módulos, quando os alunos se dedicam a entender a anatomia da face e suas complexidades, auxiliando a visualização e interação com temas como os compartimentos gordurosos faciais e vascularização facial e inervação e zonas de riscos, por exemplo.

2 – Prática em cadáveres Fresh Frozen
Um dos maiores diferenciais das especializações oferecidas pelo Instituto Lapidare é a disponibilidade de cadáveres Fresh Frozen (congelados frescos) para as práticas hands-on de seus alunos. E o feedback de quem tem a oportunidade de praticar em cadáveres Fresh Frozen é significativamente positivo.
O corpo humano é uma estrutura única e complexa, composta por 206 ossos, uma extensão de veias e artérias longa o suficiente para duas voltas e meia ao redor da Terra. No cérebro estão cerca de 100 bilhões de neurônios que interagem com um sistema nervoso que conecta todo o corpo, além de uma vasta gama de sistemas e funções de órgãos que ainda estamos descobrindo.
A prática em cadáveres frescos permite uma compreensão profunda, abrangente e progressiva dessa complexidade, pois oferece uma oportunidade única de examinar a anatomia e fisiologia humana em um estado muito próximo a um organismo vivo. E como cada organismo tem suas singularidades, essa prática permite um treinamento muito mais completo, que vai preparar o especialista para diferentes cenários.
Por meio do uso de espécimes Fresh Frozen, é possível qualificar técnicas e conhecimentos que, por consequência, irão reduzir os riscos e as lesões a que os pacientes reais serão expostos posteriormente. Além disso, contribui para o avanço da medicina, viabilizando procedimentos inovadores e o surgimento de novas tecnologias médicas.

3 – Ambulatório avançado para atendimento de pacientes-modelo
Além da prática em tecnologias de simulação realística e em cadáveres Fresh Frozen, quem cursa as especializações do Instituto Lapidare tem ainda a oportunidade de atender pacientes reais com a supervisão dos principais nomes da cirurgia plástica, dermatologia e cirurgia vascular do Brasil.
Na avaliação do Dr. Felipe Duarte, coordenador da pós-graduação em Cosmiatria e Laser do Lapidare, o ambulatório avançado para procedimentos estéticos em pacientes-modelo cumpre função social e pedagógica, pois disponibiliza para a comunidade a preço de custo os procedimentos ensinados nos cursos. “O atendimento inicia com uma consulta gratuita para o paciente-modelo, que relata suas expectativas e insatisfações. Para os alunos, o treino prático já começa com a triagem, avaliação e planejamento do tratamento”, destaca.
Com os pacientes-modelo, os alunos praticam hands-on técnicas pouco invasivas, como aplicação de toxina botulínica, preenchimentos faciais, peelings, laser e esclerose de varizes.
Não há pré-requisito para ter acesso aos procedimentos: qualquer pessoa interessada pode se candidatar preenchendo o cadastro no site https://lapidareinstituto.com.br/paciente-modelo.

Tenha a melhor formação
Somada à utilização dos cadáveres Fresh Frozen, a prática hands on em pacientes-modelo reais supervisionada por professores renomados internacionalmente ajuda a garantir que o estudante completará o curso com técnicas atualizadas e aperfeiçoadas.
A estrutura de alto padrão e equipamentos high end, com tecnologias de simulação realística, reforçam a qualidade da formação oferecida pelo Lapidare. Todos os cursos são chancelados pela Uniavan, universidade reconhecida com nota máxima nas avaliações do MEC.

Deixe uma resposta