Posted on / by Lapidare / in Trends

A trilha da carreira de Sebastian Cotofana

Quem vê o glamour dos mais bem sucedidos, nem sempre percebe as incansáveis horas de trabalho estudo que os levaram até lá. Como o professor Sebastian Cotofana, referência mundial em anatomia aplicada à face, chegou ao topo de sua carreira ainda tão jovem? Confira algumas pistas que encontramos no sua trajetória profissional até aqui.

Professor Sebastian Cotofana (M.D., Ph.D., Ph.D.) é reconhecido internacionalmente como um dos principais especialistas quando o assunto é anatomia da face. Ele viaja o mundo ministrando palestras e dissecações ao vivo em inúmeras conferências de cirurgia dermatológica e plástica. Também atua como avaliador em pelo menos 10 revistas científicas da área e já publicou mais de 50 livros e artigos.

Mas quem teve a oportunidade de assistir a uma de suas aulas lotadas, ou acompanha suas redes sociais, onde publica conteúdo como os vídeos de 1 minuto em que explica técnicas e conceitos complexos com extrema facilidade e tranquilidade, talvez não imagine o volume de dados e conhecimento que o simpático especialista em anatomia precisou acumular, em pouco tempo, para chegar ainda jovem ao topo da sua carreira.

Por muito tempo, o sonho de Sebastian Cotofana, segundo ele mesmo revela, era se tornar um ciclista profissional. Inclusive, saber consertar uma bicicleta com maestria é uma das habilidades fora da área médica da qual ele mais se orgulha. O talento secreto revela a destreza manual e a capacidade para entender a conexão entre diferentes partes do todo e resolver problemas.

Nascido na Romênia, sua carreira como médico iniciou em 2008, com a conclusão magna cum laude (com grandes honras, pelo seu alto nível de distinção e conquistas acadêmicas) do doutorado em medicina (MD) na universidade Ludwig-Maximilians, em Munique, na Alemanha. A distinção acadêmica o garantiu emendar o primeiro Pós-Doutorado na mesma universidade, em Ciências Médicas. Além disso, em 2015 ele concluiu seu segundo Ph.D, desta vez em Anatomia, pela Paracelcus Medical University, em Salzburg, na Áustria.

Sua carreira rumo à profunda especialização em anatomia da face fez uma curva certeira quando Sebastian Cotofana realizou sua residência no departamento de Cirurgia de Trauma no hospital de ensino acadêmico Krelsklinik, em Atotting, na Alemanha. A prática cotidiana com pacientes traumatizados e politraumatizados ajudou Cotofana a aprofundar o domínio da anatomia humana e de técnicas essenciais para cirurgia plástica e dermatológica – que hoje representa o principal campo médico interessado em aprender anatomia facial com o professor Cotofana -, como o domínio de suturas e a preparação para atendimento a intercorrências.

Nas suas próprias palavras, em uma publicação no Facebook em dezembro de 2018, o professor Cotofana comentou sobre a renovação que os o avanço da tecnologia de procedimentos estéticos leva para o campo da anatomia e, em contrapartida, o que a anatomia pode fazer para os médicos que realizam intervenções estéticas.

“Anatomy is generally considered to be well known, established, without innovation and boring. Thinking back it really was. Learning origin and insertion of muscles everybody can agree that it is one of the most boring things to do. But this has changed. Facial anatomy has become vivid, functional, illustrative and most of all useful. Knowing the layers of the face and understanding where to best position products… independent which type of soft-tissue filler or neuromodulator…helps to achieve perfect aesthetic results. But more important it can guide practitioners to perform safe procedures.”

Em tradução livre:

“Geralmente a anatomia é considerada bem conhecida, estabelecida, sem inovação e chata. Olhando para trás, realmente era. Todos podemos concordar que aprender a origem e a inserção dos músculos é uma das coisas mais chatas a se fazer. Mas isso mudou. A anatomia facial tornou-se vívida, funcional, ilustrativa e, acima de tudo, útil. Conhecer as camadas da face e entender onde posicionar melhor os produtos… Independentemente de qual tipo de preenchedor de tecidos moles ou neuromodulador… ajuda a alcançar resultados estéticos perfeitos. Mas o mais importante é que isso pode guiar os médicos a realizar procedimentos seguros.”

De doutor a professor

Imediatamente após concluir a residência na Alemanha, o até então Dr. Sebastian Cotofana, Ph.D, transformou-se em Professor Sebastian Cotofana. Acadêmico brilhante, no início de 2017 ele assumiu um cargo como pesquisador e professor na Faculdade Médica de Albany, em Nova York, onde ficou até dezembro de 2019. A partir de então, assumiu os deveres e responsabilidades de pesquisar e ensinar em Rochester, Minnesota, no Departamento de Anatomia Clínica da Mayo Clinic.

Quem assistiu Grey’s Anatomy talvez se lembre desse nome. A Mayo Clinic é um dos hospitais escolas melhores ranqueados dos EUA e, justamente por isso, é para o seu departamento de cirurgia cardiotorácica que a personagem Cristina Yang vai trabalhar e aprender na nona temporada da série, após o acidente de avião traumatizante que a motiva a “fugir” de Seattle.

Como um jovem expoente internacional, inclusive realizando turnês de workshops e palestras ao redor do globo, e vinculado a um dos hospitais mais proeminentes do mundo, professor Sebastian Cotofana pode até parecer um personagem de série de TV. Mas conquistar e manter esse status não é nada simples. Para se ter uma ideia, só de 2020, já são dezenas de publicações listadas no Google Acadêmico como de sua autoria ou co-autoria — além dos inúmeros trabalhos acadêmicos que o citam como fonte. Entre as publicações mais recentes, todas com conhecimento atualizado e extremamente importante para cirurgiões plásticos e dermatologistas, podemos destacar:

Além disso, professor Sebastian Cotofana também é autor e coautor de diversos livros indispensáveis para quem deseja e precisa se aprofundar em anatomia da face.

Mas se você está com pouco tempo, precisa fazer outras leituras e quer um conteúdo mais rápido e leve para consumir agora, recomendamos seguir @professorsebastiancotofana no Instagram e acompanhar as microaulas que ele chama de ONE MINUTE ANATOMY BOOST. Com bom humor e inglês pausado, de fácil compreensão até para os menos fluentes na língua, além de ensinar, suas pílulas de conhecimento também podem render algumas risadas.

Anatomia facial aplicada

O Instituto Lapidare está com vagas abertas para cursos de Anatomia Facial Aplicada em duas modalidades.

No dia 1º de agosto, o curso Anatomia Facial Aplicada ao Uso de Preenchedores será oferecido de maneira maneira 100% online, a partir de uma parceria com o Instituto Boggio, com todas as demonstrações em fresh frozen specimens. Os alunos inscritos irão aprender com os speakers Dr. Ricardo Frota Boggio (CRM 95916/RQE 30777) e a Dra. Maria Roberta Martins (CRM/SP 165437 RQE 143786).

Fresh frozen specimen serão dissecadas e suas estruturas anatômicas cuidadosamente individualizadas, a simulação de procedimentos injetáveis será realizada para o estudo crítico das mais diferentes técnicas, a avaliação dos planos de injeção, volumes e áreas de risco será feita de maneira pormenorizada, tudo isso programado para proporcionar uma oportunidade ímpar de interrelação entre anatomia e técnicas avançadas de aplicação.

O curso será ministrado num sábado com início da transmissão das aulas às 8h da manhã até as 18h30. Os alunos participam, ainda, de um fórum de discussão, com perguntas e respostas. Saiba mais e garanta sua inscrição clicando aqui.

Para os que desejam uma imersão ainda mais aprofundada, com prática hands-on, o Instituto Lapidare oferece também o curso de Anatomia Facial Aplicada com aulas presenciais, previstas para outubro deste ano. O foco desta imersão segue no estudo da anatomia aplicada, ciência esta que nos dá a chance de integrar o conhecimento anatômico às rotinas médicas, tanto na avaliação semiótica (assessment), quanto na execução de procedimentos, proporcionando o desenvolvimento de competências e habilidades com toda a excelência que se espera de um grande especialista. Com a vantagem de a estrutura alto padrão de nosso centro de treinamento médico, que inclui o grande diferencial de contar com aulas práticas em cadáveres fresh frozen para treinamento.

O Curso conta ainda com dois outros momentos importantes: atendimento à pacientes modelos para refinamentos no assessment, estruturação e viabilização de planos de tratamento, além do tratamento dos mesmos por prática hands on; e capacitação para o atendimento ao suporte básico de vida (BLS – Suporte Básico de Vida), com técnicas de reanimação cardio pulmonares de alta performance, segundo os protocolos da AHA (American Heart Association).

Clique aqui para saber mais.

Deixe uma resposta