Posted on / by adminlapidare / in Uncategorized

Bioestimuladores de Colágeno – Tudo o que você precisa saber.

A demanda em procedimentos estéticos atualmente triplicou, e devido a isso todos os dias é desenvolvido novos procedimentos, que auxiliam na prevenção e reestruturação facial. O envelhecimento já é algo esperado, porém, ele pode ser acelerado por alguns fatores, como o sol, e até mesmo alguns alimentos.

O procedimento de bioestimulação de colágeno surgiu para aumentar a produção de colágeno e suavizar as expressões faciais causadas, pelo envelhecimento. Seu uso pode deixar a pele mais firme, com um contorno mais definido, textura e brilho, por meio de uma leve resposta inflamatória na derme, causada pelo princípio ativo do bioestimulador, que ativa os fibroblastos a produzirem colágeno novamente e preencher áreas lipoatroficas.

TIPOS DE BIOESTIMULADORES

Hidroxiapatita de cálcio ou conhecido comercialmente como Radiesse/ Rennova Diamond tem em sua composição o CaHA, fazendo parte da composição da matriz dos ossos e dentes humanos. Esse material já era utilizado na odontologia, como implante ou material
de revestimento. Em sua forma injetável, são utilizados para melhorar o contorno facial e auxiliar no rejuvenescimento. (BASS et al, 2010).

Esses bioestimuladores são compostos por microesferas sintéticas de hidroxiapatita de cálcio (30%) cuja os seus tamanhos variam de 25 a 50 mícrons, suspensas em um suporte aquoso de gel (70%). Essas microesferas são lisas e idênticas a composição da porção mineral do ser humano (osso e o dente).

Devido a suas propriedades parecidas agem de forma natural
no corpo, por tanto, são inerentemente biocompativeis, não toxica e não irritante. (GRAIVIER,2007). O gel transportador e as microesferas no material são substituídos em partes pelo colágeno nativo (BASS et al, 2010).

Sculptra é um material injetável cuja sua composição consiste em ácido poli-l-Láctico, carboximetilcelulose de sódio e manitol não pirogênico. Esse ácido é sintético e biocompatível, já utilizavam os polímeros do ácido poli-l-láctico a um tempo como uma âncora em tecidos moles, suturas absorvíveis dentro outros, as microesferas do PLLA também é utilizado como vetores que auxiliam na sustentação tecidual (VLEGGAAR E BAUER2004).

As partículas do PLLA são grandes (40 a 66 micrometros) o suficiente para escaparem da fagocitose realizada, pelos macrófagos e provocarem diretamente, uma resposta inflamatória local, o PLLA não produz nenhum efeito de volume imediato, e sim um aumento linear, progressivo e duradouro do tecido (FRIEDMANN, 2014).

Ellansé é um bioestimulador à base de policaprolactona que demonstra propriedades ainda não vistas nos preenchimentos de tecidos moles, é composto por microesferas de policaprolactona (PCL) em um veículo aquoso de gel de carboximetilcelulose (MELO, 2017). Enquanto o gel de carboximetilcelulose (CMC) é absorvido gradativamente pelos
macrófagos, as microesferas estimulam a neocolagênase (MELO, 2017).

MECANISMOS DE AÇÃO

Após a injeção do material bioestimulador, o veículo do material é absorvido gradativamente, e o componente principal permanece (GRAIVIER, 2007). O mecanismo de ação consiste na estimulação de fibroblastos, que respondem devido a uma inflamação tecidual (FILHO, 2013). Ou seja, a resposta histiocítica e fibroblástica local consegue estimular a produção de colágeno (principalmente tipo l) em volta das micropartículas (GRAIVIERL 2007).

A produção de colágeno é aumentada gradativamente e constantemente preenchendo as áreas lipoatroficas ao longo de semanas ou meses (VLEGGAAR, 2004).

ÁREAS DE APLICAÇÃO

Malar;
Mandíbula;
Mento e
Marionete.

Foram considerados todos os artigos, que estejam dentro dos dez últimos anos de publicação, sem restrição de idioma. Foram excluídos da pesquisa apenas os trabalhos, que fujam do tema proposto e não demonstrem clareza da metodologia de execução.

CONSIDERAÇÕES

É nítido que o mercado de estética está em constante evolução. Todos os dias surgem novidades no mercado de beleza e até pouco tempo atrás, muitas pessoas utilizavam produtos caseiros para a suavização de problemas estéticos acometidos pelo tempo. Nas últimas décadas a indústrias de estética investiram alto, para obter produtos e técnicas, que se mostrem cada vez mais eficazes e consigam alcançar cada vez mais as expectativas dos pacientes, que buscam além de beleza, a autoestima e qualidade de vida.

A utilização de bioestimuladores de colágeno mostra-se eficaz para suavizar as características dada pela idade, promovendo uma melhora física e emocional. Para ter um resultado satisfatório no tratamento o profissional deve ser capaz de fazer uma correta indicação do procedimento e aplicar a técnica corretamente, seguindo todas as recomendações do fabricante.

Raro é ser Lapidare.

Deixe uma resposta